segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

À espera do Natal # 4

 
É oficial. Estamos em Dezembro, um mês que gosto particularmente desde pequenina. Porque é um mês que para mim representa ainda com mais força, a família, o aconchego e a protecção do lar, as crianças ficam cada vez mais felizes, ficam maravilhadas quando vêm decorações de Natal, ficam naquele estado de expectativa até ao último minuto, e é ver as caras iluminadas e alegres quando destroem o papel de presente e descobrem que têm ali mesmo à frente, aquilo que tanto queriam. Lembro-me que os presentes que mais me deslumbraram, (no meio de roupas de marca, jogos electrónicos, telemóveis, computadores e mais coisas inúteis), e que nenhum outro conseguiu superar, foi uma simples boneca de pano, feita pela minha mãe, que era linda de morrer e que me acompanhou para todo o lado durante os meus tempos de infância. Boneca essa que guardo religiosamente, não vá ela ser atacada pelo tempo, e foi também uma bola de Rugby, que andava sempre debaixo do braço e me acompanhava para todo o lado. Quando digo para todo o lado, era mesmo isso, até tomava banho com ela. Gosto de Dezembro porque é frio, porque paira no ar o cheiro a azevinho, a resina, a vinho quente, a chocolate, a especiarias, a mel...
A única coisa que me faz realmente falta é a neve. O Natal aqui em Portugal é aquela sensação que se tem quando um português vai passar o Natal ao Brasil, há decorações, há espírito natalício, mas falta o frio e a Neve.
Na minha família é tradição decorar a árvore de Natal e decorar a casa a partir do dia 6 de Dezembro, dia de São Nicolao, e é também tradição oferecer presentes aos miúdos, mas como somos umas eternas crianças, há distribuição de presentes para todos. Mas Domingo foi dia 2, e foi o 1º Domingo do Advento, daí ser fundamental ter à mão o calendário do advento, que tem uma frase e um presente por dia, é escolhida uma pessoa ou um animal de estimação ao acaso, e este tem o privilégio de receber um pequeno presente. Foi também dia de acender a 1ª vela do advento, são 4 ao todo, uma vela por Domingo, até chegar ao Natal.
Declaro oficialmente aberta a época natalícia, e estou desejosa para finalmente poder dar asas à minha imaginação e decorar a casa toda. Por dentro e por fora :)
 
 
Calendário do Advento...
 

 
...e a coruja guardiã...


 
...uma frase por dia...

 
...e um presente por dia. São mimos simples, que podem ir de um simples chocolate a uma bolacha crocante de cão, porque lá em casa pensamos em todos, e os animais são família também, tão importantes como os humanos.

 
As velas do Advento, uma por Domingo, até chegar o Natal.

 
Redoma de vidro e alguns acessórios de decoração. Tudo na loja Casa.
Etiquetas numeradas - Atelier das Curiosidades.


 
E como Natal é sinónimo de doces e guloseimas, uma brincadeirinha decorativa. Assim os doces estão presentes, mas sabemos que estes pelo menos, vão durar até ao Natal ;)

 
O Anjo da guarda, para dar as boas vindas e oferecer protecção a quem entrar em casa.
Anjo da Guarda - Atelier das Curiosidades


6 comentários:

  1. Que lindo, que intimista este post. Gostei de espreitar a tua linda casa.
    Obrigada por teres votado, querida. Merece o teu voto, garanto.
    Beijo da Nina

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Obrigada princesa. Aguardo ansiosamente para ver os teus detalhes natalícios :)

      Eliminar

Comentários? Só se forem inteligentes ou pertinentes, se não for o caso...NEXT!